Ao navegar nesse site você aceita o armazenamento temporário dos dados de navegação para melhorar sua experiência. Saiba mais
Ok, Entendi!
Sugestão de como criar um orçamento básico de esquadrias
2021 07/10/2021 0 Comentário

Sugestão de como criar um orçamento básico de esquadrias

O tema "orçamentos" costuma ser um dos de maiores dúvidas entre os profissionais de esquadrias. O que deve ser incluído no cálculo e o que deixar de fora? São questões muito comuns.

Você verá a seguir, não uma regra, mas sugestões que te darão mais confiança na hora de passar valores para o seu cliente.

Levantamento de preços

Antes de começarmos a calcular, precisaremos levantar os seguintes custos:

• Preço do quilo do alumínio sem Tratamento e com Tratamento;

• Preço do Metro quadrado de cada Tipo de vidro;

• Preço de cada Componente do orçamento;

• O custo da sua hora de trabalho (que inclui os custos fixos como aluguel, água, luz, telefone, internet, entre outros, e variáveis como combustível, alimentação e outros;

• Custo das despesas para a instalação das esquadrias(combustível, pedágio, equipamentos para instalação e mais);


Passos para criação do orçamento de esquadrias

Agora que já levantamos a relação de custos, podemos começar a calcular.

01 - Identifique os modelos de esquadrias que serão utilizados na obra.

02 - Defina a linha que estas esquadrias serão construídas.

03 - Solicite do seu fornecedor um catálogo de Perfis e Componentes desta Linha com a referência de peso de cada perfil a ser utilizado.

04 - Liste os materiais que serão utilizados na fabricação das esquadrias (lembre-se de considerar os materiais que serão utilizados mais de uma vez).

05 - Discrimine quantos metros de cada material será utilizado.

06 - Verifique no catálogo de referência o peso do metro de cada item utilizado.

07 - Some todos os pesos listados por material e multiplique pelo preço do kg do alumínio.
Observação: as barras de materiais normalmente possuem 6 metros, o que pode inviabilizar uma obra de apenas uma ou poucas peças, amenos que você tenha certeza que utilizará as sobras das barras em outras obras).

08 - Liste todos os componentes que serão utilizados no pedido e some os preços de cada componente.
Observação: itens que são comprados em grande quantidade devem ter o preço total dividido por unidade e multiplicado pela quantidade utilizada, por exemplo, parafusos de inox 4.8/50 são vendidos em pacotes de 500 unidades e o pacote pode ser encontrado por R420,00.Digamosqueusaríamos16unidadesemumajaneladecorrerde2folhas,entãofaríamosaconta(R420 / 500un = R0,84/un)x16un=R13,44/janela de correr de 2 folhas.

09 - Identifique quantos metros de vidro serão utilizados e multiplique pelo preço do metro.

10 - Leve em consideração uma média de 3 viagens até o cliente (tirar medidas, negociação e instalação), e estipule um valor gasto em cada viagem (levando em consideração gasolina, desgaste do automóvel, alimentação e etc)

11 - Calcule quantas horas você estima gastar entre montagem e instalação. (No começo é mais difícil identificar essa informação, mas com o tempo você conhecerá melhor a média de tempo utilizado por peça) Multiplique a quantidade de horas estimada pelo seu custo/hora.

12 - Levante os custos da instalação do projeto.

Após calcular os custos de todos os itens anteriores, some tudo e você terá um preço muito justo e saberá quanto desconto dar em uma eventual negociação sem sair no prejuízo.


Esse é um método básico de cálculo de orçamentos, mas já funcionará bem, especialmente para indústrias de esquadrias de pequeno e médio porte.




3 Dicas que valem ouro:

1 - Você pode adicionar um valor percentual de aproximadamente 10% ao preço total do orçamento, isso lhe dará uma gordurinha para negociações e descontos para o cliente.

2 - Quando fechar a sua venda, tente negociar com o seu fornecedor para conseguir descontos, isso fará com que o seu custo diminua e a sua margem de lucro aumente.

3 - Utilize um bom software de cálculo de esquadrias, com isso você terá uma lista de corte de barras otimizada, o que te trará o melhor aproveitamento possível do material, auxiliará o seu serralheiro na montagem e em vários outros trabalhos, e além disso, também torna o processo de orçamento muito mais ágil, preciso e confiável.


Notícias Relacionadas